segunda-feira, 26 de setembro de 2016

DESAFIO #30DIASBICHOEPLANTA

Oi gente!
Hoje vou contar pra vcs um pouco mais sobre a minha nova paixão!
Nas minhas "andanças" pelo instagram, descobri um desafio que o @senhorpaleo estava fazendo. Um grupo no WhatsApp, com duração de 30 dias, onde o foco era fazer um B&P.
Vamos lá!
Bicho & Planta
Nessa dieta, a gente pode comer sempre que tiver fome, e tudo o que for bicho e/ou planta. Até a saciedade. Todas as verduras, todos os legumes, todas as raízes e todas as frutas (quem quer emagrecer, deve evitar algumas com maior concentração de açúcar). Gorduras boas - azeite para temperar, banha de porco para cozinhar,  e óleo de coco e manteiga para  cozinhar e tomar com café. E para beber, água (com ou sem gás), chá sem açúcar e café puro ou com manteiga ou com óleo de coco.
Não tem hora para comer. Como a hora que tiver fome! Até se sentir saciado.
O grupo é grande (250 pessoas), e no começo fiquei apenas observando e aprendendo.
São todos muito legais, tem vários profissionais da área, pessoas começando (como eu) e pessoas que já estão nessa vida há tempos. Chove informação, mas tudo muito bem embasado.
Não dei conta de fazer os 30 dias de Bicho e Planta, mas a  maior parte deles sim. O grupo virou um grupo de amigos! Estou aprendendo muito, não só sobre dieta, mas sobre a vida em todos os seus aspectos.  Não voltei mais para a minha alimentação de antes. Mesclei a  paleo com a low carb e estou levando adiante.
As mudanças são muito perceptíveis. Em tudo! Mudou meu humor, minha disposição, menos cansaço, menos dores, menos fome (só a emocional que de vez em quando resolve atacar, mas já consigo diferenciar a fome real da emocional - e não deixo mais ela me dominar)
 e o corpo também mudou muito rapidamente.
Eu tinha uma barriga que parecia que estava grávida de 9 meses. E agora, ainda estou bem gordinha, mas a barriga está reta. Pescoço afinou, o rosto afinou... Incrível!
Mas o melhor mesmo é que estou bem feliz e satisfeita.
Como o que gosto, quando sinto fome e pronto!
Simples assim!
Bjks,
Ly

domingo, 25 de setembro de 2016

RESOLVI MUDAR DE VIDA

Oi gente!
Depois de engordar muito, tentar várias dietas (mágicas e não mágicas) e não ter conseguido me adaptar e emagrecer em nenhuma delas, encontrei meu lugar!
Eu sempre tinha sido bem magrinha. Fui modelo - sim, fiz propagandas para tv, jornais e revistas!
Tive uma decepção profissional  muito grande e entrei em depressão. Fiquei de mal com a vida e só fazia comer e dormir - muito mais comer do que outra coisa. Parecia uma draga!
Resultado: engordei mais de 30 kg.
Daí pra frente, fazia dietas loucas (e algumas mais normais), emagrecia uns poucos quilos e engordava o dobro. Mas comia muita porcaria e bebia muito - socialmente, mas muito.
Cheguei a pesar 126 kg. Muito quilo para uma mulher de apenas 162 centímetro de altura!!!
Procurei um cirurgião para fazer a tal bariátrica. Conversamos, e ele disse que eu não tinha o perfil para a cirurgia. Me indicou um colega (não me lembro se era nutricionista, nutrólogo ou endocrinologista) no mesmo hospital. Palavras dele: "Ele é meio carrancudo, mas é um excelente profissional".
Beleza!
Lá fui eu!
O tal excelente profissional me recebeu, anotou meu nome e me entregou um papel com uma dieta - daquelas que a gente tá cansada de conhecer - café da manhã (café com leite desnatado e adoçante, meio pão francês, com margarina e coisas assim), lanche da manhã (fruta), almoço (duas colheres de arroz, uma concha de feijão, uma carne e salada), lanche da tarde (fruta ou iogurte ou ou ou) e jantar (o mesmo do almoço) - se tiver fome antes de dormir, pode um chá ou uma das substituições da lista (gigantesca) - e me deu uma receita de um remédio pra "dissolver gordura e colocar ela pra fora", para 3 meses. E mais uma requisição de exames para eu trazer no retorno - depois de 3 meses.
Claro que não gostei! Como me manda tomar um remédio sem ao menos saber como estão meus exames? Como faria uma comparação depois dos 3 meses da dieta com o tal remédio?
Guardei tudo e procurei um outro profissional, num outro hospital (também não me lembro o que era, mas era a mesma especialidade do primeiro). 
Adivinhem???? - Foi exatamente a mesma coisa!
Incrível!
Joguei tudo fora e desencanei.
Mas não estava muito contente com o meu tamanho. Roupas deixando de servir, nada caía bem, barrigão estufado, flexibilidade quase nula.
Não uso calças jeans há uns 7 anos!
Um belo dia, navegando pelo instagram, encontrei num ig um desafio - #5diascetose da @menulowcarb . Vamos ver o que é isso - curiosa né?
Pesquisei, me informei e resolvi fazer o desafio. Comecei no dia 22/8/2016.
Passados os 5 dias, continuei na lowcarb e conheci a paleo e resolvi seguir fazendo as duas por 30 dias.
Gente!!! Me achei!!! Emagreci 5,200kg em 30 dias, sem fazer esforço, sem passar fome, sem estresse, e o melhor de tudo, comendo o que eu gosto de comer!
E descobri que não é uma dieta! É um estilo de vida! Saudável, gostoso, alegre! E de quebra faz o corpo se equilibrar até o peso ideal.
Bom né?
Depois eu conto mais!
Beijocas,
Ly


segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

ETIQUETA


Olá!
Comprei um livrinho tudo de bom!
 "Etiqueta de Bolso - Um guia de boas maneiras de A a Z" - da Celia Ribeiro.
As dicas que eu achar mais úteis vou transcrever pra vocês!
Eu estou amando!
Bjks,
Lyli





Bom dia!!! A segundona começando bem!
Primeiro de fevereiro!
Aniversário de um amigo muito querido.
Crise atacando o país inteiro. Sujeira e mais sujeira aparecendo e sendo esparramada pelos 4 cantos. Governantes e seus aliados achando que o povo é idiota.
Mas a esperança é a última que morre, né? Acho que ainda vamos passar por maus bocados, mas depois a coisa vai melhorar. Muita gente repensando valores, atitudes e posturas.
É isso aí!
Estamos começando uma época de escambo, de reaproveitamento e de uma consciência mais equilibrada com relação a consumo. Acho...
Aqui em casa pelo menos está assim. Fizemos uma horta, trocamos coisas (roupas - de uso, cama, mesa e banho, sapatos, bolsas, e até comida).
Captamos água de chuva numa cisterna, reutilizamos a água da máquina de lavar, e assim por diante.
Nosso copo está sempre meio cheio!
Somos felizes!
Que sejamos todos felizes!
bjks,
Lyli

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

RECEITA DA SOPA DE FRANGO, BATATA, PALMITO E ALMEIRÃO.


Receita da sopa delícia de ontem - sopa de frango, batata, palmito e almeirão.

Usei meio peito de frango cozido e desfiado, 
3 batatas picadas grosseiramente, 
3 pedaços de palmito, 
6 folhas de almeirão, 
01 colher de requeijão cremoso, 
sal, pimenta calabresa e uma pitada de curry.

Refoguei o frango desfiado no tempero pronto com um fio de azeite, coloquei as batatas e fui pingando água até as batatas ficarem macias. Juntei o palmito picado. Cobri tudo com água e  temperei com sal, pimenta e curry. 
Começou a ferver, coloquei a colher de requeijão cremoso nestlé e mexi até dissolver. 
Por último o almeirão (da horta orgânica aqui do Nosso Reino) fatiado bem fininho e depois picado, pra não ficar "embolado".
Servi com parmesão ralado por cima.
Esta receita foi para duas cumbucas cheias.
Ficou delicioso!
Faça e depois me conte se gostou!
Beijocas,
Lyli




terça-feira, 22 de setembro de 2015

CASAR E MORAR JUNTO

 Gente!!!
Bom dia!
Boa tarde, na verdade, né? Ainda não almocei então...
O texto abaixo, não se de quem é, eu copiei de um post do meu ex-cunhado lá no facebook.
Achei tão lindo e verdadeiro que resolvi compartilhar com vcs!
Espero que gostem!
"Casar e morar junto são duas coisas completamente diferentes. Não tem nada a ver com seu status no cartório. Tem a ver com entrega. Você pode casar com todas as honras. Dar uma festa linda. Gastar os tubos na Lua de Mel. Se mudar com o marido para um apartamento lindo. pronto. decorado. cheio de almofadas em cima da cama… Vocês podem ter se casado – mas vão demorar muito pra saber o que é morar junto. Acho que existem casais que se casam com pompas, e nunca talvez tenham realmente morado juntos. Morar junto é saber dividir. Saber cobrar. Saber ceder. Saber doar. Morar junto é dividir as contas e as almas. Morar junto é ter um pilha de louça pra lavar, depois de um dia terrível de 10 horas de trabalho. E o outro cantar com você( em um karaokê com detergente) para que o trabalho se torne divertido. Morar junto é ter que assistir Homem Aranha no Telecine Action, e se esforçar para achar legal. Morar junto é tomar banho junto.Transformar o chuveiro em uma cachoeira. Morar junto é ouvir onde dói no outro. Do que ele sente medo. Onde ele é criança. O que o deixa frágil. Morar junto é poder chorar sem parar. E ser ouvida. E cuidada. Mas é também rir. E achar graça em alguma coisa, quando o outro está pra baixo. Morar junto é fazer contabilidade de frustrações, e saber quando não colocar na conta do outro. Morar junto é demorar para levantar. Morar junto não precisa de uma casa, e sim de um espaço. Quem mora junto geralmente é solidário. Casar não. Qualquer um casa. Pra casar basta assinatura e champanhe. Casar leva umas horas. Morar junto leva tempo. O tempo todo. Quando moramos juntos vemos o cabelo dele crescer e ela cortar uma franja. Quando moramos juntos viramos adultos aos pouquinhos, dando um adeus doído ao adolescente que éramos. Quando moramos junto mudamos junto. E o outro vira um outro diferente com os anos. E nós vamos aprendendo a amar aquela nova pessoa, todo dia. Até o dia que, talvez, deixemos de morar juntos...."

Beijocas,
Lyli

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

ALMONDEGAS ASSADAS - RECEITA


Esta receita é muito simples e meio que feita no "olhometro". 
Fica delicioso e saudável!
Você vai precisar de:
carne moída - usei 300 gr de patinho
temperos - usei uma cebola, folhas de rabanete (não tinha cheiro verde, então usei as folhinhas do rabanete que é saborosa, suave e rica em vitamina c), sal, orégano e pimenta síria

MF:
Coloque os temperos no mixer (ou liquidificador) e bata bem. Depois acrescente a carne moída e bata até incorporar.
Pronto!



 Agora faça as bolinhas e coloque numa forma "untada" com azeite.
Se a massa grudar, molhe as mãos.
Se quiser, pode colocar um pedacinho de queijo no meio da massa de cada bolinha. 
Pode colocar elas bem grudadinhas que não crescem, ao contrário, diminuem.
Gente, minha assadeira não é suja não - risos - é que já era a segunda fornada e usei a mesma forma.
Regue com azeite e cubra com papel alumínio.



Asse em fogo baixo por meia hora e depois retire o papel e deixe mais 10 minutos (eu dei uma mexida nelas no meio desse tempo)
Na verdade, esqueci de fotografar logo que saíram do forno... sorry!
Usei algumas no molho da macarronada e outras foram petiscos antes do almoço!



 Peguei esta receita lá no insta, acho que foi da amiga Mônica, mas não me lembro bem... Enfim, é uma receita simples, fácil de fazer, rápida e fica muito saborosa.
Façam e depois me contem!
Beijocas,
Lyli


REFLEXÃO DOS 4.9!!!

Completei 49 anos! E como todo ano, veio a pergunta do Alê: - "Qual a reflexão do dia?". Desta vez foi bem fácil! A reflexão é: ...