quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

SETE DICAS PARA PÔR O EGO NO LUGAR


Sete dicas para pôr o Ego no lugar - Wayne W. Dyer

Aqui estão sete sugestões para ajudá-lo a transcender idéias arraigadas sobre a própria importância. Todas estas são concebidas para ajudar a impedi-lo de se identificar falsamente com a auto importância do ego.

 1 – Deixe de ficar ofendido. O comportamento dos outros não é motivo para ficar retido. Aquilo que o ofende somente o enfraquece. Se estiver procurando ocasiões para ficar ofendido, você as encontrará a cada oportunidade. Este é o seu ego operando, convencendo-o de que o mundo não deveria ser assim. Mas você pode se tornar um apreciador da vida e se equiparar ao Espírito universal da Criação. Você não pode alcançar o poder da intenção ao ficar ofendido. De qualquer modo, aja para erradicar os horrores do mundo que emanam da identificação massiva do ego, mas fique em paz. Como “Um Curso em Milagres” nos lembra: “A Paz é de Deus, você que é parte de Deus, não está no lar, exceto em sua paz. O Ser é de Deus, você que é parte de Deus não está no lar, exceto em sua paz”. Ficar ofendido cria a mesma energia destrutiva que o ofendeu em primeiro lugar e leva ao ataque, ao contra-ataque e à guerra.

 

2 – Libere a sua necessidade de vencer. O ego adora nos dividir em vencedores e perdedores. A busca da vitória é um meio infalível de evitar o contato consciente com a intenção. Por quê? Porque em última instância, a vitória é impossível o tempo todo. Alguém lá fora será mais rápido, mais afortunado, mais jovem, mais forte e mais inteligente, e novamente você se sentirá inútil e insignificante. Você não é o seu prêmio ou a sua vitória. Você pode curtir a competição, e se divertir em um mundo onde a vitória é tudo, mas você não tem que estar lá em seus pensamentos. Não há perdedores em um mundo onde todos compartilham a mesma fonte de energia. Tudo o que você pode dizer em um determinado dia é que você realizou em um determinado nível, em comparação aos níveis de outros neste dia. Mas hoje é outro dia, com outros competidores e novas circunstâncias a considerar. Você está ainda na presença infinita em um corpo que está em outro dia, ou em outra década, mais velho. Deixe ir a necessidade de vencer, sem concordar que o oposto de vencer é perder. Este é o medo do ego. Se o seu corpo não está atuando de modo a vencer neste dia, ele simplesmente não se importa quando você não está se identificando exclusivamente com o seu ego. Seja o observador, notando e apreciando tudo isto sem precisar ganhar um troféu. Esteja em paz, e corresponda com a energia da intenção. E, ironicamente, embora você quase não o perceba, mais vitórias se apresentarão em sua vida quanto menos as perseguir.

 

3 – Deixe ir a sua necessidade de estar certo. O ego é a fonte de muitos conflitos e desavenças, porque ele o empurra na direção de tornar outras pessoas erradas. Quando você é hostil, está desconectado do poder da intenção. O Espírito Criativo é bondoso, amoroso e receptivo; e livre da raiva, do ressentimento ou da amargura. Liberar a sua necessidade de estar certo em suas discussões e relacionamentos é como dizer ao ego: eu não sou um escravo para você. Eu quero aceitar a bondade e rejeitar a sua necessidade de estar certo. Realmente, eu oferecerei a esta pessoa uma oportunidade de se sentir melhor, dizendo que ela está certa, e lhe agradecer por me apontar na direção da verdade. Quando você deixa ir a necessidade de estar certo, é capaz de fortalecer a sua conexão com o poder da intenção. Mas tenha em mente que o ego é um combatente determinado. Eu tenho visto pessoas terminarem relacionamentos maravilhosos, apegando-se a sua necessidade de estar certo, interrompendo-se no meio de um argumento e se questionando: “Eu quero estar certo ou ser feliz?” Quando você escolhe o humor feliz, amoroso e espiritualizado, a sua conexão com a intenção é fortalecida. Estes momentos expandem no final das contas, a sua nova conexão com o poder da intenção. A Fonte universal começará a colaborar com você, criando a vida que você pretendia viver.

 

4 – Deixe ir a sua necessidade de ser superior. A verdadeira nobreza não se refere a ser melhor do que outra pessoa. Trata-se de ser melhor do que você costumava ser. Permaneça focado em seu crescimento, com uma consciência permanente de que ninguém neste planeta é melhor do que outro. Todos nós emanamos da mesma força de vida criativa. Todos nós temos uma missão de compreender a nossa essência pretendida. Tudo o que precisamos para cumprir o nosso destino nos está disponível. Nada disto é possível quando você se vê como superior aos outros. É um velho provérbio, mas, entretanto, verdadeiro: Somos todos iguais aos olhos de Deus. Deixe ir a sua necessidade de se sentir superior, vendo a revelação de Deus em todos. Não avalie os outros com base em sua aparência, em suas conquistas, posses e em outros índices do ego. Quando você projeta sentimentos de superioridade, isto é o que você recebe de volta, levando a ressentimentos, e principalmente, a sentimentos hostis. Estes sentimentos se tornam o veículo que o distancia mais da intenção. Um Curso em Milagres trata desta necessidade de ser especial e superior. A pessoa que se julga especial sempre faz comparações.

 

5 – Deixe ir a necessidade de ter mais. O mantra do ego é mais. Ele nunca está satisfeito. Não importa quanto você consiga ou adquira, seu ego vai insistir que não há o suficiente. Você se encontrará em um estado perpétuo de esforço para obter, eliminando a possibilidade de nunca chegar. Entretanto, na realidade, você já chegou, e como você optar por usar este momento presente de sua vida, é sua escolha. Ironicamente, quando você deixa de precisar mais, mais do que você deseja parece chegar a sua vida. Desde que você se desligou da necessidade por isto, você achará mais fácil transmiti-lo aos outros, porque você compreende quão pouco você precisa a fim de ficar satisfeito e em paz. A Fonte universal está contente com ela mesma, expandindo-se constantemente e criando nova vida, sem tentar se apegar as suas criações para seus próprios propósitos egoístas. Ela cria e libera. Quando você libera a necessidade do ego de ter mais, você se unifica a esta Fonte. Você cria, atrai para si e libera, nunca exigindo que mais venha ao seu caminho. Como um apreciador de tudo o que se apresenta, você aprende a poderosa lição de S. Francisco de Assis: “É dando que recebemos.” Ao permitir que a abundância flua para e através de você, você se equipara a sua Fonte e garante que esta energia continue a fluir.

 

6 – Deixe de se identificar com base em suas realizações. Este pode ser um conceito difícil se pensar que vocês são as suas realizações. Deus canta todas as músicas, Deus constrói todos os prédios, Deus é a fonte de todas as suas realizações. Eu posso ouvir o seu ego protestando em voz alta. Entretanto, permaneça atento a esta idéia. Tudo emana da Fonte! Você e esta Fonte são um! Você não é este corpo e as suas realizações. Você é o observador. Observe tudo isto; e seja grato pelas habilidades que acumulou. Mas dê todo o crédito ao poder da intenção, que lhe trouxe à existência e da qual é uma parte materializada. Quanto menos precisar assumir o crédito pelos seus empreendimentos e mais conectado permanecer às sete faces da intenção, mais estará livre para realizar, e mais se apresentará para você. Quando você se liga a estas conquistas e acredita que apenas você que está fazendo todas estas coisas, você deixa a paz e a gratidão de sua Fonte.

 

7 – Deixe ir a sua reputação. Sua reputação não está localizada em você. Ela reside nas mentes dos outros. Portanto, você não tem nenhum controle sobre tudo isto. Se falar para 30 pessoas, você terá 30 reputações. Conectar-se à intenção significa ouvir o seu coração e se conduzir baseado naquilo que a sua voz interior lhe diz que é o seu propósito aqui. Se estiver muito preocupado em como será percebido por todos, então você se desliga da intenção e permite que as opiniões dos outros o oriente. Este é o seu ego operando. É uma ilusão que se interpõe entre você e o poder da intenção. Não há nada que não possa fazer, a menos que se desconecte da fonte de poder e se torne convencido de que o seu propósito é provar aos outros como você é poderoso e superior, e gaste a sua energia tentando ganhar uma gigantesca reputação entre outros egos. Permanecer no propósito, desligar-se do resultado, e assumir a responsabilidade pelo que faz, reside em você: seu caráter. Deixe que a sua reputação seja debatida por outros. Ela nada tem a ver com você. Ou como o título de um livro diz: “O que você pensa de mim, não é da minha conta.”

 

Wayne W. Dyer

Tradução: Regina Drumond

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

ALMOFADA

 
Aproveite aquela camisa que não usa mais e faça uma capa para almofada. Fica charmosa e ainda pode ser usada para os convidados deixarem uma mensagem para os anfitriões!
beijocas da Lyli

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

MAÇÃ NO LANCHE

 
Prático!
Corte a maçã e prenda com um elástico! Assim, na hora do seu lanche, ou do lanche das crianças, a maçã já está cortadinha e não está oxidada!
Beijocas,
Lyli

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

LIMPANDO MORANGOS

 
Depois de lavá-los e higienizá-los, é só tirar o miolinho com um canudinho de refrigerante.
Fácil né? E prático!
beijocas,
Lyli

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

ÁREA DE SERVIÇO - ORGANIZAÇÃO

 
Boa idéia para organizar a área de serviço: use sapateiras para guardar os produtos de limpeza! Dá pra pendurar na porta ou na parede.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

RECEITA DE TÂMARAS RECHEADAS E CARAMELIZADAS


Meu marido sempre me falava de um tal docinho que ele comeu há algum tempo e que adorou, mas nunca mais achou. Me explicava e eu não entendia exatamente o que ele queria. Um dia, resolvi tentar entender e fazer o tal docinho de tâmaras recheadas.
Pesquisei, pesquisei, e encontrei algumas opções. Resolvi fazer a que eu achei a mais parecida com a descrição dele.
Fiz e ficaram deliciosos! Ele disse que era exatamente isso. Ponto pra mim!!!
Fácil de fazer!
 
Ingredientes para o doce:
35 tâmaras sem caroço
01 lata de leite moça (leite condensado)
1/2 vidro de leite de coco
03 gemas passadas na peneira
01 colher de sopa de manteiga (sem sal)

MF:
Corte as tâmaras em quatro, sem desgrudar totalmente - reserve
Em uma panela coloque os outros ingredientes e cozinhe até desgrudar do fundo da panela - ponto de brigadeiro para enrolar. Deixe esfriar.
Faça um rolinho com um pouquinho de massa - o suficiente para encher uma tâmara, abra as tâmaras e coloque o rolinho lá dentro. Recheie todas e reserve.

Ingredientes para o caramelo:
03 xícaras de açúcar
1 e 1/2 xícaras de água
03 colheres de sopa de vinagre

MF:
Coloque todos os ingredientes em uma panelinha, mexa bem e deixe ferver por aproximadamente 25 minutos. DURANTE A FERVURA NÃO PODE MAIS MEXER!
Se criar uma espuma enquanto ferve, retire a espuma com uma colher, mas não mexa o caramelo.
Após 20 minutos de fervura, pegue um pouquinho do caramelo com uma colher e jogue em um copo com água gelada. Preste atenção: se fizer "crec", pegue o caramelo dentro do copo e veja se está "quebradiço". Se estiver, está pronto. Se não, deixe ferver mais um pouco até que isso aconteça.
Agora diminua o fogo e vá caramelizando os docinhos.
Eu não tenho a grelha para escorrer o caramelo, então untei minha pia de granito com um pouco de óleo de canola e coloquei os docinhos já caramelizados para secar ali. Solta facilmente depois de frio. Coloque em forminhas de celofane, nas de papel direto, o docinho vai grudar.
Guarde na geladeira para não derreter o caramelo!
Ficaram deliciosos!!!!

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

BOAS MANEIRAS - CONVIDAR E SER CONVIDADO

Olá!!!
Difícil escrever sobre este tema!  Aliás, difícil escrever não, difícil escolher por onde começar!
Resolvi começar pelos convites e confirmações.
Hoje em dia, os eventos são normalmente informais. Assim, vale fazer convite por e-mail ou telefone.  Ou mesmo chat.
Só não dá pra confiar nos SMSs, porque nem sempre recebemos os torpedos enviados. Ou porque estamos sem sinal, ou sem bateria, ou sei lá eu o que acontece que a mensagem não chega. Ou chega dias depois!
A gente deve usar de muito bom senso para não causar transtornos. Tanto ao convidar, quanto ao ser convidado. Tente se colocar do lado oposto e faça o que gostaria que fizessem com você.  
Tudo depende muito da intimidade entre convidados e anfitriões, mas, por mais íntimos que sejam, algumas regrinhas são essenciais.
 
Ao convidar:
  • Informe que tipo de evento é - jantar, reunião descontraída, festa dançante, queijos e vinhos, o que for;
  • Informe se é alguma comemoração;
  • Se sabe que algum convidado tem algum desafeto, e quer convidar os dois,  informe aos dois lados da presença do outro (delicadamente), e deixe que eles resolvam se comparecem ou não - isso não é problema seu;
  • Informe ao convidado se ele deve levar alguma coisa - hoje isso é muito comum - bebida, petiscos, ou o que for;
  • Informe o horário de chegada, mas seja exato - "a festa começa às 21 hrs.".
  • Solicite a confirmação e informe até quando o convidado pode confirmar.
  • Esteja pronta - e com tudo pronto - para receber seus  convidados quinze minutos antes do horário marcado. Assim você pode dar uma última checada em tudo, tomar uma taça de vinho e relaxar antes que todos comecem a chegar.
Ao ser convidado:
  • Nunca pergunte "quem vai?";
  • Confirme sua presença até a data marcada para tal.  Os anfitriões PRECISAM saber quantas pessoas estarão presentes.  Precisam calcular o espaço, as mesas, a comida, os petiscos, as lembrancinhas, a bebida, os utensílios (louça, copos, guardanapos, etc), etc.
  • Se confirmar, VÁ (não importa o que aconteça)!
  • Se não confirmar até a data marcada para tal, NÃO VÁ! Os anfitriões já não contam mais com você, e se você aparecer por lá sem ser esperado, pode causar transtornos e constrangimento aos donos da casa e aos outros convidados!
  • SEMPRE pergunte o que deve levar;
  • Se for solicitado a levar alguma coisa (bebida, petiscos, ou o que for), leve de forma a facilitar o trabalho dos anfitriões (exemplo: se for solicitado a levar queijo, leve picadinho; salame: leve fatiado; e assim por diante), se for levar bebida, combine com os anfitriões se já deve levar gelado ou não;
  • NUNCA leve coisas para serem cozidas ou fritas - a não ser que isso tenha sido combinado;
  • Não faça surpresas do tipo: "trouxe uma sobremesa deliciosa, mas tem que ficar na geladeira"! Combine antes! Você não sabe se os donos da casa têm a louça, talheres, ou o que for necessário para servir aquilo. E se tem espaço na geladeira para manter a tal sobremesa.
  • NUNCA chegue antes do horário combinado.  Você pode chegar lá e as coisas e pessoas ainda não estarem prontas - o que causa um grande constrangimento.
  • E também não chegue muito tempo depois do horário combinado, pois os anfitriões estarão te esperando.
  • Se for um jantar, seja MUITO PONTUAL. O jantar só é servido quando TODOS os convidados estão presentes. E nem todos os pratos podem aguardar a chegada de um retardatário.
Bem... Acho que basicamente é isso. Simples né?
beijocas,
Lyli

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

MELÃO


Uma fruta do verão! Refrescante!
O melão é um excelente diurético devido ao seu alto teor de água. Ajuda a eliminar as toxinas.
Rico em vitaminas A, C e complexo B, e minerais como ferro, cálcio, fósforo e potássio.
Alguns de seus benefícios:
- previne doenças renais;
-é recomendado contra gota, reumatismo e constipação intestinal.
E o melhor: CADA 100 GRAMAS DE MELÃO TEM SÓ 30 CALORIAS!!!!
Vamos aproveitar?



 
beijocas,
Lyli

VESTIDOS DE NOIVA

Vestidos dos sonhos!







 



 
Já escolheu o seu?
beijocas,
Lyli




REFLEXÃO DOS 4.9!!!

Completei 49 anos! E como todo ano, veio a pergunta do Alê: - "Qual a reflexão do dia?". Desta vez foi bem fácil! A reflexão é: ...